Cadastre seu email e receba informações sobre o CEIVAP.

Newsletter Clipping
       
Noticias

Ministério do Desenvolvimento Regional destina mais de R$ 114 milhões a ações de saneamento



O Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) liberou R$ 114,2 milhões do seu orçamento para ações de saneamento básico em todas as regiões do país. Os recursos devem ser destinados a obras de abastecimento, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais, além de saneamento integrado em 18 estados.

Segundo Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, a liberação dos recursos está sendo feita de forma contínua para a manutenção de todas as obras no país. “O volume nesta ação demonstra o nosso compromisso com iniciativas que irão garantir mais qualidade de vida à população. Além disso, estamos ajudando a gerar e a manter postos de trabalho durante a pandemia”, relatou.

A região que receberá a maior parte do investimento é o Nordeste, que possui os índices mais baixos de cobertura dos serviços de água e esgoto. Para tanto, o governo destinou R$ 58,3 milhões, que atenderão obras em todos os estados. O Sudeste aparece em seguida, com R$ 42,3 milhões a serem investidos. A responsabilidade pela execução das obras é dos estados e municípios e o pagamento será feito mediante a realização.

Investimentos no Sudeste

Na região Sudeste, o município de Belford Roxo vai receber o maior volume de recursos. São R$ 9,8 milhões para ações de saneamento integrado nos bairros Shangrilá, Pauline e São Leopoldo. Ainda no Rio de Janeiro, Angra dos Reis terá R$ 146,7 mil para intervenções que estão sendo realizadas na rede coletora de esgoto. Já em Minas Gerais, os repasses para Leopoldina, São João del Rei e Unaí somam R$ 1 milhão.

Para o estado de São Paulo, o Governo Federal garantiu R$ 31,3 milhões para serem investidos em obras de saneamento básico. A maior reserva de recursos será para dar continuidade à construção da estação de tratamento de esgoto Vargem Limpa, no município de Bauru – R$ 5,9 milhões. Sorocaba também receberá R$ 5,8 mil¬hões para ampliação da capacidade de tratamento de esgoto. A capital paulista e as cidades de Americana, Araras, Carapicuíba, Jacareí, Jaú, Mogi Guaçu, Olímpia, Santa Bárbara d’Oeste e São José do Rio Preto também receberão aportes federais.

Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional



31-08-2020


Outras Notícias

Mais Notícias »